O Premier Field Engineer: conheça o que já pude viver na nova jornada


Olá você que está lendo esta primeira publicação neste blog! 🙂

Ele é a realização de um sonho antigo. Sim, parece simples e sem o menor sentido, não é? É que eu sempre achei muito legal, elegante e de muita responsabilidade ter um espaço nos blogs do MSDN. E cá estou eu.

E isto aconteceu por um motivo especial: como já devem ter visto nas minhas redes sociais, desde o último dia 1º de Dezembro eu ingressei na Microsoft, esta empresa que acompanho e admiro deste o início da minha carreira. Já posso dizer que é a maior realização profissional da minha vida, sem dúvidas. Neste menos de 1 mês, a pouca experiência vivida já mostrou que será uma jornada fantástica. E vou trabalhar duro para que assim seja!

Muito bem, mas vou investir esforços para que esta mudança não impacte a minha contribuição com a comunidade técnica, que é minha grande paixão nos trabalhos relacionados à minha especialidade. Com isso, devo redirecionar minhas publicações de conteúdos para cá. O blog pessoal continuará lá, com todos os conteúdos publicados até então. Até adicionei uma referência para ele aqui do lado direito 🙂

Nesta primeira publicação, vou compartilhar com vocês o que aprendi até então sobre o que é ser um Premier Field Engineer e o processo de Ramp Up.

O Premier Field Engineer

Premier Field EngineerNa Microsoft, vou atuar como Premier Field Engineer especializado em ALM e DevOps. Ainda tenho muito o que aprender sobre o papel e suas responsabilidades, mas este Engenheiro tem como principal foco apoiar os clientes Premier para que estes usem os produtos da Microsoft extraindo o maior retorno sobre o investimento possível. É ele quem apoia o cliente em situações críticas e que o orienta para extrair os benefícios de cada detalhe do produto no qual ele é especializado e é o último recurso antes da ocorrência ser escalada internamente na Microsoft.

O Engenheiro tem duas principais atuações:

  • Proativas: assessments, ações preventivas, health checks, chalk & talks, workshops, Programas de Gerenciamento de Risco, Revisões de Suportabilidade, entre outros;
  • Reativas: troubleshooting, disaster recovers, suporte à situações críticas, entre muitas outras possibilidades também. Isto sem contar a gestão do cliente durante uma eventual situação difícil.

Recentemente, existem dois tipos de alocação dos Engenheiros para clientes: as Transacionais, onde o Engenheiro trabalha em diferentes engajamentos/clientes a cada semana e os chamados DSE, ou Dedicated Support Engineer (Engenheiro de Suporte Dedicado), os quais são literalmente dedicados para entre 1 a 4 clientes por, em média, 6 meses.

É muito importante lembrar que, para todas estas atuações possíveis no dia a dia do Engenheiro, existe sempre o apoio de toda a Microsoft com ele. Ao mesmo tempo, sendo um Engenheiro da Microsoft, a atuação deve concentrar-se em produtos suportados pelo time. Isto precisa ser reiterado porque atualmente temos muitas situações de uso de sistemas integrados e/ou do próprio uso específico de um produto que o tiram do escopo do Suporte Premier. Até o momento, na minha visão este foi o cuidado mais importante que temos que ter numa atuação.

O Time

Time PFEO time de PFEs do Brasil hoje conta com cerca de 130 Engenheiros, contando todas as especialidades. Todos estes times estão numa área da Microsoft chamada de CSS (Customer Services & Support). Dentro desta área, os times são subdivididos por especialidade/tecnologia. Por exemplo: nosso time é focado em ALM, DevOps e Desenvolvimento. Existem outros times "pares" como SQL, Sharepoint, entre outros.

Existem casos de clientes que possuem um time de Engenheiros Premier alocados, o que fazer ter um pouco a cara de um sub-time em seu escritório com especialistas em diferentes tecnologias e produtos. Isto é muito comum em clientes que possuem contratos de DSE. Nestes casos, também parece comum a presença frequente de um Technical Account Manager (Gerente Técnico de Contas) da Microsoft, que gerencia esta conta Premier.

O Ramp Up

Ramp UpA role de PFE exige bastante do profissional, tanto técnica quanto pessoalmente, pois o conhecimento exigido é extremo e o relacionamento interpessoal, postura e visão estratégica são fundamentais nas atuações também. É sempre importante lembrar que, no cliente, você é a Microsoft. Se algo não funcionar como esperado tecnicamente, a Microsoft não atuou como esperado. Se algo inconveniente for dito em uma reunião, foi a Microsoft que se posicionou de forma incorreta.

Por conta de toda esta criticidade, é muito legal frisar que a Microsoft toma todos os cuidados no Ramp Up do profissional que está ingressando como PFE. Isto é muito interessante e deve ser muito valorizado. Treinamentos internos, atuações como Shadow (em par com um Engenheiro já experiente na função), entre outros processos, são realizados para que todas as partes (profissional, Microsoft e cliente) sintam-se seguras nesta transição e o profissional esteja preparado para executar um trabalho de altíssima qualidade e alinhado com os padrões da Corporação. Uma conclusão já foi possível tirar: a Microsoft te dá toda a estrutura e suporte para que você execute um excelente trabalho. Daí pra frente, é com você.

Deve ter ficado clara a associação/analogia com os times de elite da SWAT aqui, não é? Mas foi intencional, pois o time de PFEs deve ser sempre um time de elite. Toda esta estrutura, preparação e manutenção tem o foco principal de manter a excelência deste time que tem uma atuação tão importante nos que podem ser os maiores clientes da Microsoft no nosso país.

Se você é o tipo de pessoa que diz que gosta de desafios, este pode ser um bom lugar pra você. Representar uma das gigantes de software e tecnologia do mundo nos seus clientes é um desafio e tanto. E acaba sendo divertidíssimo também, se tecnologia é realmente a sua paixão.

Por enquanto, é isto que tenho pra compartilhar com vocês. Ao longo do tempo, vou estendendo este assunto por aqui, às vezes até corrigindo a mim mesmo. Além disso, não quero deixar o texto muito longo. Ficou com dúvidas ou quer saber mais? Entre em contato e vamos conversar. É sempre muito legal 🙂

Até a próxima!

Comments (4)

  1. Parabéns Serradas, você é um profissional dedicado e excepcional e com certeza irá somar muito aí! Sucesso nesse seu novo desafio!

    1. Muito obrigado Alan. Nós somos, estou certo disto! Parabéns pelo seu trabalho e muito sucesso pra você sempre. Um abraço!

  2. Guilherme Fioravante says:

    Parabéns Serradas!! Continue desempenhando esse excelente trabalho e muito sucesso!! Abraço

    1. Muito muito obrigado, Guilherme! Sucesso pra ti também. Abração

Skip to main content