uau sem culpa


eu escrevo regularmente pra revista Webdesign (revista de verdade mesmo, de bom papel, daquelas que a gente compra na banca), e faz algum tempinho, antes mesmo de entrar aqui na Microsoft escrevi um artigo intitulado Uau Sem Culpa.

Como tudo o que eu faço e fiz, o artigo está lá na usina.  aqui vão alguns trechinhos pra servir de teaser:

usineiroQuantas vezes por semana alguma coisa na web te faz dizer em voz alta "uau, que legal!"? Convenhamos: poucas. 

(...)

Como conseguir "uaus"? É uma proeza técnica, uma pirueta tecnológica ou será que uaus têm outra origem? Por que será que coisas não necessariamente impecáveis provocam "uau"? E por que será que tantas coisas sacrossantas provocam bocejos na grande massa (RSS, por exemplo)?
Eu tenho uma pista: o uau acontece quando damos de bandeja para o usuário algo singelo e quase óbvio que ele nem sonhava ser possível, algo que, mesmo que perguntássemos, ele não seria capaz de formular. O uau acontece quando criamos algo cujo valor salta à vista, que encanta à primeira vista, que oferece uma possibilidade imprevista, e que se encaixa na vida do usuário como uma luva.
Uaus surgem quando temos o dom de pensar, sentir e sonhar como o usuário.

aqui está o artigo na íntegra.  espero que você curta  🙂

Comments (4)
  1. Ceila Santos says:

    também digo uau!!!!!!! quando encontro tudo isso de forma bastante simples. simplicidade realmente é um UAU!

  2. Os UAUs são grandes marcadores de cérebro 🙂

  3. Gostei muito do que você disse!

    Vai muito de encontro com o que a gente acredita na empresa em que trabalho. Mas o nosso foco não é internet, é varejo. Acreditamos que se vc pensar com foco DO cliente, ele te elogia, ele diz "UAU".

    Dá uma olhada no nosso site: http://www.pdr.com.br

    Forte abraço

Comments are closed.

Skip to main content