Entity Framework, DTOs e Self-Tracking Entities

O último post do time do Entity Framework é bem interessante no contexto dos assuntos discutidos neste Arquitetura em Pauta nos últimos tempos. Numa aplicação complexa e n-camadas, sabemos que nem sempre queremos passar os dados das nossas entidades conceituais para a camada de apresentação. O motivo é simples: por vezes precisamos apresentar menos dados…

1

RIA Services: um elo perdido?

A chegada do padrão MVC para o ASP.Net tem sido bastante comentada entre arquitetos. Temos recebido questões sobre quando usá-lo, etc., mas não é deste lançamento que gostaria de falar hoje – deixo estas questões interessantes para uma próxima ocasião. O que é mais relevante? Dos pré-lançamentos do MIX creio que o mais interessante para…

3

Entity Framework e ORM’s em geral

Estudando e procurando referências sobre o Entity Framework (EF) é fácil encontrar boas discussões sobre seu uso e arquitetura. Nestes momentos, aproveito sempre para generalizar estas discussões para um contexto maior – a classe de produtos ORM’s em geral – uma vez que a crítica é sempre uma comparação com um modelo ideal de ORM….

9

T-SQL, DAL ou ORM

Escolher a tecnologia de acesso a dados é algo difícil e, de certa forma, subjetivo. O que provê melhor engenharia de software? A programação funcional de uma stored-procedure ou a Orientação a Objeto de uma camada DAL (Data Access Layer) ou ORM (Object-Relational Mapping)? Fiz um exercício anotando valores às qualidades que penso serem importantes…

2