Azure AppFabric Caching + NoSQL + LINQ + SQL


Boas novas: o Azure AppFabric Caching Service foi liberado para produção.

Com isto, podemos agora alocar espaço em cache para ser compartilhado entre máquinas de um farm – tudo sem muito esforço.

Para quem precisa de variáveis de sessão ou output caching do ASP.Net, por exemplo, o AppFabric Caching não vai exigir mudanças no programa - basta fazer uma pequena alteração no arquivo de configuração.

Alguns links que podem interessar:

Mudando de Caching para o debate NoSQL/SQL.

Erik Meijer e Gavin Bierman escreveram um artigo em Março falando da característica de cada linha: SQL e NoSQL. O interessante do artigo é que:

1. Ele é simples e legível (para quem navega no inglês)

2. Ele apresenta bem a impedância entre o modelo relacional e o orientado a objetos (explicando a necessidade de um ORM como o Hibernate ou o Entity Framework)

3. Ele trata do problema ACID X BASE (que tratei a tempos neste post)

4. Ele mostra como o Linq é expressivo o suficiente para lidar com ambos os modelos

5. Ele fundamenta essa possibilidade na teoria de categorias (aos que acharem isto complicado, basta pular este tópico) e na conclusão de que o SQL e o NoSQL são de fato duais.

Qual é a implicação disto: existe uma luz no fim do túnel da diversidade de implementações do NoSql: uma linguagem como o LINQ pode se tornar o SQL dos novos tempos e unificar os dois mundos. Algo que está sendo tentado pela Microsoft Research com o DryadLINQ.

Já no mês de Abril, na mesma revista, Mychael Rys, também da Microsoft, mostra em outro artigo como escalar com o SQL – usando, no caso, o SQL Server. Vale a leitura também.

Cache, SQL e NoSQL fazem parte hoje do instrumental de Cloud Computing. Como arquitetos, temos que acompanhar o que está acontecendo, não é?

Abraços

Skip to main content