Modelo de Negócio e Preços do Azure


Como contei em blogs recentes, esta é a semana de notícias sobre custos e modelo de negócios do Azure. Sairam notícias aqui (http://blogs.msdn.com/windowsazure/archive/2009/07/14/confirming-commercial-availability-and-announcing-business-model.aspx), mas vou fazer um resumo para vocês.

Mudanças de Nome:

  • O Azure Services Platfarm passa a se chamar Windows Azure Platform;
  • O SQL Data Services passa a se chamar SQL Azure.

Datas:

  • Lançamento comercial fica realmente para Novembro (data do PDC). Será lançado em vários países, como EUA, Austrália, França, India, Japão, etc;
  • O Brasil fica para meados de março (data esperada) junto com México, Singapura, Israel e outros;
  • Já perguntei e a resposta foi afirmativa: será possível contratar nos EUA com cartão de crédito internacional.

Preços por mês (em dólar para EUA – aqui poderemos ter outros custos devido a taxas, etc.):

Windows Azure:
  • Custo de uso de CPU= $0.12 por hora
  • Storage = $0.15 por GB armazenado
  • Transações no Storage = $0.01 por 10K transações realizadas
  • Largura de Banda = $0.10 na rede interna / $0.15 na rede externa por GB
· SQL Azure:
  • Web Edition – até 1 GB de Banco de Dados Relacional = $9.99
  • Business Edition – até 10 GB de Banco de Dados Relacional = $99.99
  • Largura de Banda = $0.10 na rede interna / $0.15 na rede externa por GB
· .NET Services:
  • Mensagens = $0.15 por 100K operações de mensagens, incluindo mensagens do Service Bus e tokens do Access Control
  • Largura de Banda = $0.10 na rede interna / $0.15 na rede externa por GB

O pessoal está prometendo até a data do lançamento um programa para estimar o custo de um aplicativo.

Mais dados em http://www.microsoft.com/azure/pricing.mspx

SLA’s:

  • O SQL Azure terá um SLA de até 99,9% de disponibilidade mensal;
  • O Windows Azure terá 99,95% de disponibilidade mensal para 2 ou mais instâncias de web/worker roles.

Modelos de Parceria:

  • Embedded Windows Azure Platform: modelo em que o parceiro constrói serviços e ofertas e oferece direto ao seu cliente (o cliente não tem relacionamento com a Microsoft);
  • Built for Windows Azure Platform: neste caso o parceiro constrói serviços e ofertas que são acessados através da Plataforma Azure;
  • Haverá ofertas especiais. Parceiros (Certificado, Bizspark ou Empower) receberão desconto promocional de 5%. Haverá oferta específica para que assinantes Premium do MSDN possam construir, testar e gerenciar aplicativos na nuvem. Outra oferta prevista é o Development Accelerator que vai dar descontos durante 6 meses para ISV’s e SI’s. Mais dados em http://azure.com/partnerquickstart e http://hub.digitalwpc.com/Azure/Item/Azure-Tools/NorthAmericaAzure/WPC-Session-Partnering-with-Azure-Services. Imagino que teremos mais pela frente (estudantes?).

A última notícia vem do Workflow Services. Ele não existirá mais, a pedido dos usuários que querem o Workflow Foundation do .Net Framework – o que já está sendo trabalhado. Mais notícias em http://blogs.msdn.com/murrayg/archive/2009/06/23/windows-azure-s-net-workflow-service-to-support-net-4-0-workflows.aspx 

Uau. Me senti um reporter neste blog…

Abraços

Comments (3)
  1. ramonduraes says:

    Legal!

    Muitas novidades juntas hehe. Estou tentando estimar o custo do Azure!

    [],

  2. Cartaxo says:

    Vou lançar produtos nas nuvens, baseados na plataforma Azure.  Mas não conseguí comprar o serviço.  Embora aceitem cartões internacionais, não abrem o country Brazil para o cadastro.

  3. Otavio says:

    Estranho, Cartaxo.

    Hoje o Azure não está em produção – só em CTP. Não consigo encontrar nenhum lugar para colocar meu cartão de crédito (o que deveria ocorrer, pois não está em produção).

    Como você testou o seu cartão?

    Fiquei curioso.

    Abraços,

    Otavio

Comments are closed.

Skip to main content