O Togaf 9 chegou – vale a pena uma olhada


Ontem o Markus Christen mandou para nós a notícia: o TOGAF 9 chegou!


Para quem não conhece, o TOGAF é o framework de arquitetura do Open Group, um dos mais usados hoje em dia nas empresas que adotam a prática de uma arquitetura corporativa.


Arquitetos que lideram este tipo de frente costumam ser chamados lá fora de Enterprise Architects (EA) – ou Arquiteto Corporativo aqui no Brasil. Embora não haja pesquisa que comprove, me parece que existem poucos EAs aqui no Brasil. Gostaria de saber melhor o porquê ...


O EA tem um dia a dia bastante diferente do Solution Architect (Arquiteto de Solução). Ele lida fortemente com as áreas de negócio e estratégia da empresa além de ajudar a conceber e gerenciar a concepção e implementação da arquitetura de TI da empresa (infraestrutura e soluções de software).


O Arquiteto de Solução, por sua vez, costuma trabalhar num contexto menor, de uma solução ou um conjunto delas, visando criar uma arquitetura eficiente e aderente à visão e estratégia da TI da empresa.


O Arquiteto de Infraestrutura, por sua vez, trabalha como um urbanista, endereçando as capacidades exigidas nas soluções, minimizando o trabalho de todos.


Numa empresa ideal, todos trabalham juntos para definir, desenhar e implementar o portfólio de capacidades da empresa.


Mesmo que você não trabalhe numa empresa que necessite de um framework de arquitetura, creio que vale a pena conhecê-los. Frameworks ajudam a estruturar e racionalizar equipes que produzem software ou que fazem sua entrega. Você vai encontrar boas idéias lá.


Por fim, vou recomendar 3 artigos já traduzidos no nosso Dev Center de Arquitetura sobre estes temas:



Boa leitura.


Comments (3)
  1. Alberto Fabiano says:

    Olá Otávio,

        Tenho acompanhado a evolução do TOGAF já a algum tempo e também tenho esta curiosidade, porque tão poucos EA no Brasil? A figura do Arquiteto hoje já está tornando-se comum, mas o EA é um cara raro. Quase toda vez que pergunto para alguém sobre a existência desta figura acabo tendo que explicar o que ela é.

    Abs.

    A.F.

  2. Cesar Sampaio says:

    As empresas brasileiras preferem contratar um pessoal para colocar a mão na massa na ilusão de que só isso basta. Ainda não entenderam que colocar a casa em ordem, padronizar a comunicação e manter a informação atualizada praticamente em tempo-real são coisas essenciais. Coisas que são oferecidas por profissionais/metodologias de EA.

Comments are closed.

Skip to main content