Governo do Estado do Rio Grande do Sul e Microsoft firmam parceria para a Educação


O Governo do Estado do Rio Grande do Sul, por meio da Procergs (Compania de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul) e da Secretaria Estadual da Educação, e a Microsoft oficializaram ontem (25), em Washington, parceria para promover a educação pública com apoio da Tecnologia da Informação. O acordo foi assinado durante o Fórum de Líderes de Governo das Américas, evento promovido pela Microsoft que reúne representantes de governos, ONGs, empresas e formuladores de políticas públicas com o objetivo de discutir experiências e trocar idéias sobre o papel da TI no desenvolvimento econômico e social.


O acordo, que tem como foco ampliar o acesso à tecnologia para professores e estudantes, vai beneficiar todos os 1,35 milhão de alunos das escolas públicas do estado. As iniciativas farão parte do programa ”Boa Escola para Todos”, criado pelo Governo do Estado visando uma educação de melhor qualidade.


O estado será o primeiro a adotar o Windows Educação, solução criada para escolas públicas oferecendo sistema operacional, ferramentas de produtividade e softwares voltados à Educação. Essa solução vai equipar as máquinas dos 1.500 laboratórios já existentes e de 1.000 novos que serão criados até o fim do ano, chegando a 100% das 2.817 escolas públicas do Estado até 2010.


O acordo prevê ainda a oferta de e-mails gratuitos para que a Secretaria da Educação conecte todos os estudantes e professores da rede estadual de ensino. Esse e-mail gratuito faz parte do serviço Live@edu desenvolvido pela Microsoft para instituições acadêmicas, a fim de promover colaboração e comunicação online. As contas usadas por estudantes e professores terão o domínio da própria instituição, como ....@aluno.educacao.rs.gov.br, e ....@seduc.rs.gov.br para professores e permitem acesso a outros serviços on-line da Microsoft, como o Windows Live SkyDrive (que permite armazenamento gratuito dos arquivos num disco virtual e compartilhá-los com segurança) e o Office Live Workspace (que oferece um espaço online para trabalho colaborativo nos documentos do Office). Além disso, professores de toda a rede pública poderão ter acesso ao ”notebook do professor”, cuja oferta ainda será definida.

“Nosso objetivo é proporcionar aos professores acesso cada vez maior à TI para que eles atualizem sua formação pedagógica. Os alunos, por sua vez, também serão diretamente beneficiados com a melhor infra-estrutura e com softwares de ponta para poderem aprender e se desenvolver”, explica Ademir Milton Piccoli, presidente da Procergs.

O anúncio de hoje representa a expansão da parceria que já é mantida no Estado por meio do programa Aluno Monitor, iniciativa para promover a formação e a qualificação profissional dos alunos da rede pública de ensino em uma formação técnica para o suporte em infra-estrutura de ambientes com tecnologia. Além dos multiplicadores já treinados, o programa formará 75 novos e 2.250 alunos das escolas selecionadas por eles até junho.


“É um grande privilégio para a Microsoft poder participar deste projeto tão importante para o Governo do Rio Grande do Sul. A Microsoft compartilha com o governo a crença de que a tecnologia tem potencial para ser um agente de transformação da educação, gerando mais oportunidades para todos os cidadãos”, afirma o presidente da Microsoft Brasil, Michel Levy.


Graças à criatividade de uma professora, o Rio Grande do Sul também obteve recentemente destaque no Fórum Mundial de Educadores Inovadores, evento da Microsoft que tem como objetivo reconhecer os projetos que melhor utilizam a tecnologia para promover o processo de ensino e aprendizagem em todo o mundo. No ano passado, o Projeto Vôo BPF (http://voobpf.blogspot.com), que foi desenvolvido pela educadora Marli Fiorentin, de Nova Bassano (RS), em parceria com outras duas professoras, foi premiado mundialmente com o terceiro lugar na categoria “Inovação em Colaboração”, depois de vencer as etapas do prêmio no Brasil e na América Latina.


Skip to main content