Contadores do Perfmon


Recapitulando os últimos artigos sobre Performance Monitor.

Artigo: Utilize o Perfmon para criar baselines: Perfmon- Falso Sentido de Monitoração

Artigo: Os 7 Grandes Mitos do Perfmon:

Minha recomendação de contadores do Performance Monitor:

  • Logical Disk
    • Avg Disk Sec/Read
    • Avg Disk Sec/Transfer
    • Avg Disk Sec/Write
    • Current Disk Queue Length
    • Disk Bytes/sec
    • Disk Read Bytes/sec
    • Disk Write Bytes/sec
    • Disk Reads/sec
    • Disk Transfers/sec
    • Disk Writes/sec
  • Memory
    • %Committed Bytes In Use
    • Available MB
    • Committed Bytes
    • Free System Page Table Entries
    • Pool Nonpaged Bytes
    • Pool Paged Bytes
  • Network Interfaces
    • Bytes Received/sec
    • Bytes Sent/sec
    • Bytes Total/sec
  • Processor
    • %Processor Time
    • %Privileged Time
  • System
    • Context Switches/sec
    • Exception Dispatches/sec
    • Processor Queue Length
    • System Calls/sec

Adicionalmente, utilize esses contadores por instância do SQL:

  • Buffer Manager
    • Database pages
    • Free list stalls/sec
    • Free pages
    • Lazy writes/sec
    • Page life expectancy
    • Page lookups/sec
    • Page reads/sec
    • Readahead pages/sec
    • Stolen pages
    • Target pages
    • Total pages
  • General Statistics
    • Connection Reset/sec
    • Logins/sec
    • Logouts/sec
    • User Connections
  • SQL Statistics
    • Batch Requests/sec
    • Safe Auto-Params/sec
    • Forced Parametrizations/sec
    • SQL Compilations/sec
    • SQL Re-Compilations/sec

O ideal é fazer coletas com intervalos regulares entre 5 a 60 segundos.

Baseline de Performance

Além disso, os contadores do Performance Monitor são importantes para fazer comparações ao longo do tempo. Eles podem indicar um aumento progressivo do consumo de recursos ou alguma atividade diferente da normal. Utilize esses contadores na forma gráfica para ajudar a identificar algum comportamento diferente.

Existem dois casos nos quais o Perfmon se destaca em relação às demais ferramentas (Profiler, DMV, XE):

  • Analise a distribuição de memória do SQL Server
  • Medição dos tempos de resposta do storage

No próximo post, vou colocar um exemplo dos contadores.

Comments (4)

  1. Cláudio disse:

    Acredito que falta informar dados como parâmetro para definir o que é crítico ou não exemplo tempo de resposta da storage alguns falam em 0.25 para uma performance boa acima disto o ambiente pode estar crítico, poderia compartilhar deste conhecimento para os demais itens?

    Grato

    Cláudio Bruno

  2. Anderson Souza disse:

    Esses contadores realmente nos ajudam muito e quanto mais referencias tivermos melhor ficará nessa coleta e analise. Já li todos os artigos do seu blog tenho muito a agradecer. Claudio com relação aos parametros, utilizo a alguma tempo o paper da Quest Software (SQL Server Perfmon Counters).

  3. fcatae disse:

    @Cláudio, eu imagino a importância de ter valores de referências. Fica quase impossível tentar saber se está bom ou ruim sem ter números. O primeiro passo é usar o Perfmon como baseline. Isso significa que 2ms pode ser um valor ruim (!!!) para disco – caso ele tenha write-back cache. Por outro lado, pode ser bom para a maioria dos ambientes. Dito isso, nos próximos artigos entrarei em detalhes nos principais contadores e isso inclui a parte de disco.

    @Anderson, obrigado pelo seu comentário. O paper da Quest é realmente muito bom e, embora eu evite usar valores, ele serve como referência.

  4. fcatae disse:

    Antes de falar sobre valores, tente esse desafio do próximo post:

    blogs.msdn.com/…/desafio-analisando-servidor-com-perfmon.aspx

Skip to main content