CRMDiagTool4


Um dos primeiros passos para fazer “troubleshooting” no CRM consiste em saber utilizar a ferramenta preferida da nossa equipa de suporte de CRM: a ‘CRMDiagTool’. Esta ferramenta foi desenvolvida por um membro da equipa de suporte, e permite recolher muita informação valiosa acerca da configuração do CRM, assim como do problema que podemos estar a defrontar.


Information Report


O primeiro ficheiro que será pedido pela equipa de suporte é o ‘Information Report’. Este ficheiro contém uma grande quantidade de informação sobre o servidor assim como sobre o ambiente no qual foi inserido o CRM, desde a configuração do hardware, informação sobre a instalação do CRM, IIS, chaves de registo, versão de ficheiros instalados até uma listagem completa de Plug-ins ou ainda o conteúdo de algumas tabelas da base de dados MSCRM_CONFIG. Este ficheiro pode ser recolhido nos servidores onde se encontra instalado o CRM, o SQL Reporting Services ou o Dynamics CRM Router, dependendo da informação que queremos analizar.


1.                  Descarregar a ferramenta “CrmDiagTool4” a partir da hiperligação seguinte:
http://blogs.msdn.com/benlec/pages/microsoft-crm-support-tools-download-page.aspx



2.                  Instalar a ferramenta no servidor em que se pretende criar o ficheiro.




3.                  Fazer clique no botão ‘Create File’, na secção ‘Troubleshooting File for Support’



4.                  Seleccionar a pasta onde se deseja guardar o ficheiro, o qual será gravado automaticamente em formato ZIP.


Platform Traces


Uma parte chave do processo de troubleshooting o que a equipa de suporte de CRM da Microsoft chama recolha das ‘Platform Traces’. A activação das ‘Platform Traces’ faz com que o CRM gere ficheiros de log que contêm informação sobre os métodos e funções chamados pela aplicação, assim como eventuais erros que possam estar a acontecer. Para activar as traces:




    1. Aceder à pasta “%ProgramFiles%\Microsoft Dynamics CRM\Trace” e apagar o conteúdo. Desta maneira podemos garantir que a pasta conterá só as traces pertinentes. Se não for possível apagar os ficheiros, basta reiniciar os serviços do CRM (w3wp e CRM Asynchronous Service).

          2. Seleccionar ‘Dynamics CRM Server’ na picklist inicial.


         3. Na secção ‘Platform Tracing’, carregar no botão ‘Disabled’de maneira a que o seu estado mude para ‘Enabled’



                    4. Reproduzir o erro ou comportamento suspeito.


                    5. Carregar no botão ‘Enabled’ de maneira a que o seu estado mude para ‘Disabled’


                    6. Carregar no botão ‘Zip Traces’ para criar um ficheiro ZIP com o conteúdo da pasta ProgramFiles%\Microsoft Dynamics CRM\Trace


           7. Gravar o ficheiro na pasta desejada.


Nota: se procurar pela string “Level: Error” poderá encontrar a ‘stack trace’ correspondente ao erro observado na aplicação, o que pode facilitar o diagnóstico do mesmo.


Yoann Nesme

Skip to main content